Coaching de Emagrecimento

Coragem! Ação do coração

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

Qual seu maior desafio? Em qual área da vida você tem melhores resultados? E qual delas te desafia mais? Para algumas pessoas não é uma tarefa muito fácil admitir que nem tudo está funcionando “redondo” e equilibrado na vida. É preciso ter coragem para não desanimar diante dos obstáculos e seguir em frente. Acredite, a tomada de consciência é o primeiro passo para alcançar os resultados esperados.

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Inicialmente é necessário analisar, olhar para dentro de si, parar e perceber o que de fato não está legal, o que é preciso atenção e coragem para fazer a nossa parte e mudar. E essa mudança nem sempre é uma tarefa fácil. Ah! Não é mesmo. Quem nunca passou por momentos difíceis e se deu conta que a situação chegou ao limite e teve que tomar uma decisão? Não é apenas tomar a decisão, é necessário coragem para sair do campo da ideia e colocar em prática, agir e executar o plano de ação para que a mudança de fato ocorra.

Você sabe qual a origem da palavra Coragem? Do latim CORATICUM, onde COR significa “coração” e o sufixo -ATICUM é utilizado para indicar uma ação referente ao radical anterior, ou seja: ação do coração(*).

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

É preciso ter coragem, ou seja, agir com todo o coração, estar presente, se empenhar para que as ações sejam verdadeiras e consequentemente os resultados esperados apareçam. Não podemos desanimar e desistir diante dos obstáculos, seja quais forem. Cada um tem sua luta e para vencer temos que reconhecer e corrigir nossos próprios erros e fazer sempre o nosso melhor. A coragem não vem do dia para a noite. Ela só vem para quem age, ela é conquistada aos poucos através da soma dos nossos enfrentamentos, acabando com as crenças negativas que temos ao nosso respeito e do mundo. Ela exige humildade para reconhecer o que está acima das nossas forças e motivação para tomar a iniciativa e agir! A vitória consiste em vencer a si mesmo.

Na busca pela qualidade de vida, inicialmente é preciso coragem para se aceitar e enfrentar que as coisas não estão como já foram, ou não estão como gostaria que estivessem. Coragem para parar e olhar para a sua vida, para dentro de si, assumir que é preciso mudar algo e aceitar que só depende de você fazer acontecer e tomar uma atitude para virar o jogo, manter-se na linha e equilibrar todos os compromissos buscando obter “corpo são e mente sã”.

O Wellness Coaching auxilia nesse processo de tomada de consciência para a busca pela qualidade de vida e bem-estar. Você dedica um tempo para planejar qual a melhor estratégia a ser executada na sua rotina e alcançar o seu objetivo. Organiza o passo a passo das tomadas de decisões para que a mudança ocorra e possui um acompanhamento de cada ação por um profissional capacitado, aplicando todas às vezes uma melhoria. Importante também diagnosticar o que está te impedindo de agir e então fazer os ajustes necessários para alcançar a meta.

Sente que tem algo na vida que você gostaria que os resultados fossem melhores e que você pode fazer a sua parte de forma mais eficaz para alcançar de uma vez por todas o seu objetivo? O Coaching pode ajudá-lo nesse processo. Estabelecer metas de curto prazo para cada objetivo, traçar um plano de ação estratégico, acompanhar seus passos e identificar o aprendizado obtido aplicando a melhoria necessária para a subida de cada degrau são algumas das ações que iremos trabalhar para que você alcance seus objetivos.

Entre em contato conosco, será um prazer contribuir na sua realização.

(*)http://www.gramatica.net.br/origem-das-palavras/etimologia-de-coragem/

Coaching, qualidade de vida e bem-estar

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

Como alcançar qualidade de vida e bem-estar com os desafios encontrados em nosso cotidiano sem comprometer nossa saúde física e emocional? Este artigo apresenta como o Coaching colabora nesse esforço e auxilia, dentre outros, na mudança de comportamento necessário para alcançar o equilíbrio e resultados esperados.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Em um trabalho de Coaching Empresarial com uma equipe de vendas de uma multinacional solicitamos que cada integrante dessa equipe pensasse em três sonhos que tinham intenção de realizar ainda neste ano e que compartilhassem com o grupo pelo menos um deles. O que chamou atenção foi que aproximadamente 90% das respostas dadas por eles estavam relacionadas a busca pelo equilíbrio das áreas da vida, ou seja, conseguir obter resultados positivos no trabalho sem comprometer a saúde. Considerando esse contexto o grande desafio é: Como conseguir manter uma regularidade na atividade física e hábitos mais saudáveis de alimentação com a construção de resultados eficazes nas outras áreas como o trabalho, família e convívio social? Este questionamento pode ser considerado um desafio para mais da metade do grupo “entrevistado” e possivelmente grande parte da população.

Para detalhar melhor esse assunto apresento a definição dada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) sobre saúde e qualidade de vida. A OMS definiu saúde como um estado de bem-estar físico, mental e social e não meramente a ausência de doença. Já Nuno Cobra , ex-preparador físico de Ayrton Senna, nos diz que saúde não é ausência de doença, e sim quando nos encontramos encantados com a vida. O grupo de qualidade de vida da OMS definiu qualidade de vida como a percepção do indivíduo de sua posição na vida no contexto da cultura e sistemas de valores nos quais ele vive e em relação aos seus objetivos, expectativas, padrões e preocupações. Abilio Diniz, empresário brasileiro e esportista, define a qualidade de vida como sendo a busca permanente pelo equilíbrio entre os diversos papéis e atividades que desempenhamos dia após dia. E para alcançar esse equilíbrio é necessário organizar esses papéis e as atividades. E porque é tão difícil mudar certos hábitos e manter esse equilíbrio na vida?

Na correria do dia a dia “ligamos” o automático das nossas ações e muitas vezes não nos damos conta do que estamos fazendo com o nosso tempo. Muitas são as distrações e desculpas. Permanecemos na nossa zona de conforto, mantendo os mesmo comportamentos de costume, não é fácil mudar os hábitos. A mudança dói e exige esforço e determinação. Organização, priorizar necessidades e ter disciplina são alguns fatores para viver uma vida com mais plenitude e felicidade.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

De acordo com Abilio Diniz: “a técnica do esporte voltada não apenas para a competição, mas para uma melhor qualidade de vida. A nutrição, aliada ao esporte, à saúde e ao bem-estar. A administração do tempo e o estabelecimento de prioridades. O amor, a espiritualidade e a busca do autoconhecimento são coisas extremamente importantes para quem busca uma vida melhor”.

O Wellness Coaching é o processo de mudança de comportamento voltado à melhoria da qualidade de vida e bem-estar focado em ações estratégicas que geram resultados, aprendizagens e melhorias. Podemos entender Wellness como bem-estar e o processo de Coaching inicia-se com a visualização do seu estado atual, permitindo sair do “piloto automático” e aumentar o nível de autoconsciência. O segundo passo é estabelecer um ponto de chegada, fazer novas escolhas para assumir a parte que nos cabe no nosso destino e definir algumas metas nas áreas da vida dando inicio ao processo da busca pelo equilíbrio. Na sequência, estabelecer estratégias que levam as novas ações iniciando o processo de mudança de comportamento. Imagine se você dedicar-se nas suas ações e melhorar seus hábitos um pouquinho a cada dia, consequentemente todas essas mudanças, somadas ao final do período determinado, trarão resultados e aprendizagens surpreendentes, lembrando sempre da busca pela melhoria contínua.

A maior parte das atitudes que temos que tomar para melhorar o nosso estilo de vida dependem apenas de nós mesmos, da nossa vontade, decisão, organização, disciplina e ação. No início pode parecer que algumas decisões exigem um sacrifício muito grande, mas não é bem assim, estamos condicionados a certos comportamentos e podemos aprender a controlar melhor as rotinas e a fazer algumas coisas de forma diferente na busca de uma vida mais equilibrada, mais simples e prazerosa. Portanto, pare agora mesmo de dar desculpas, observe como está a sua vida e o que depende de você para mudar esse cenário.

Mais informações entre em contato conosco. Será um prazer conversar com você!

 

Fontes:

  • Revista de Saúde Pública. Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Vol.33. Nº 2 Abril 1999 p.198-205.
  • Cobra, Nuno, A Semente da Vitória. Editora Senac. SP, 2007.
  • Diniz, Abilio. Caminhos e Escolhas. O equilíbrio para uma vida mai feliz.Campus Editora. RJ, 2004.

Que nota você daria para a sua saúde?

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

Que nota você daria para a sua saúde, levando em consideração:Imagem: divulgação

1-    Sono adequado;

2-    Alimentação balanceada;

3-    Atividade Física sistemática;

4-    Momentos de paz: relaxamento e meditação.

Para ter uma vida saudável e equilibrada, não existe muito segredo. O organismo pede tão pouco! Precisamos conciliar essas quatro atividades e adaptá-las de maneira equilibrada na nossa vida.

O que você tem feito para aumentar o seu nível de saúde e deixar ele lá no alto? O que você tem feito para visualizar as possibilidades existentes na sua vida capaz de mudar esse jogo?

Tem momentos na vida que se torna necessário olhar para dentro de si e entender melhor o que está acontecendo, o que te incomoda e o que faz você ficar estagnado, sem avançar como gostaria. Essa tomada de consciência se faz necessário para que você visualize suas capacidades e possibilidades e, se aproprie da parte que te cabe na sua jornada.

Pergunte-se: O que você pode fazer hoje que te colocará um passo à frente do seu objetivo?

Feche seus olhos e resgate três grandes realizações suas. Pense em exemplos que quando se recorda você pensa: Uau! Eu consegui! E então perceba que você tem o “chip” da pessoa REALIZADORA dentro de você! Você já é uma pessoa VITORIOSA, sabe como chegar lá, então utilize seu “chip” para conseguir seu novo objetivo. Aliás, conte-me, qual é mesmo o seu objetivo?

Você é o que você dorme!

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

Você acredita ter um sono reparador? A quantidade de horas que você dorme está sendo suficiente para acordar exuberante, pronto para enfrentar o dia, ou você já abre o olho com um mau humor de espantar qualquer um que está na sua frente?

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Saiba que o sono é o primeiro passo para ter uma vida melhor. É a chave da energia, da disposição, do bom humor. Para viver é necessário dormir!

O que acontece é que justamente durante o repouso total da nossa “máquina” que o organismo absorverá e assimilará todo o esforço realizado durante o dia. O sono é capaz de curar. De colocar o organismo em absoluto equilíbrio. É incrível como um bem tão precioso que está na mão de todos nós, sem distinção, não é valorizado pelas pessoas como deveria.

Hoje, com a competitividade exacerbada, chegamos a um ponto em que é necessário fazer muita força para dormir. Grandes profissionais muitas vezes acabam tendo como objetivo dormir cada vez menos, sendo motivo de orgulho, essa catástrofe para a saúde. Tendo que fazer esforço para conquistar a coisa que é mais natural do mundo.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Se você procura melhorar seu bem-estar, ter mais qualidade de vida e saúde, você pode contar com a minha ajuda como Coach.

Precisamos resgatar o dormir bem. O primeiro passo nessa direção é saber que dormir não se faz como uma imposição da cabeça, mas conduzir seu corpo pra isso. E se você já se encontra nesse estado de falta de sono, o trabalho físico se faz importante para cansar o organismo.

Não existe ainda uma formula milagrosa capaz de compensar horas sem sono. E o que acontece é que quanto mais você fica sem dormir, o organismo se adapta e tem de fabricar estimulantes para que se fique acordado, dando a falsa ideia de que se está bem trazendo o desequilíbrio para o corpo e para a vida.

Dica: Estipule um horário para ir pra cama. O ideal varia entre 9:30 e 10:30 da noite. E elabore o seu dia de acordo com o horário escolhido, sem que isso atrapalhe o seu trabalho, administre a nova rotina nos primeiros meses. Não é o horário do sono, mas o horário criado pelo hábito, que facilita o sono. Outra coisa, após sair do trabalho, perto das 18 horas, coloque sua mente em stand by. Lembre-se que você é a pessoa mais importante do mundo então priorize-se e comece a resolver problemas com hora marcada e dê atenção necessária para você.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Então experimente deitar um dia às 9 horas, e você sentirá que dormir cedo faz toda a diferença. E não pense que basta deitar e falar: “Vou dormir!”. Aquiete os pensamentos, concentre-se na respiração, relaxe trazendo coisas boas para a sua cabeça. Barriga e cabeça cheias não trazem um sono reparador, feche os olhos… E quando acordar estará muito diferente.

“Dar-se ao sono, mergulhar em nossa natureza primordial, é render-se aos profundos mistérios que nos cercam, fundamental declaração de autoestima. Prova viva do profundo amor ou desamor de cada um por si mesmo”

Fonte: Nuno Cobra

Fome x Vontade de Comer

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

Já aconteceu com você de ter desejos incontroláveis e ficar tentado a comer alguma coisa fora do seu planejamento alimentar? Pensar que está com fome e que precisa comer urgentemente? Pensar que não consegue resistir a um desejo, ou ainda, que não esteja legal e que é obrigado a comer algo neste exato momento?

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

 

Você já deve ter tido várias vezes esses tipos de pensamentos. O que acontece é que você confunde a fome com outros estados e que titula qualquer desejo de comer por fome. A fome se manifesta através de um vazio no estomago. Geralmente uma espécie de “dor ou onda de fome”. Fome de verdade é o sentimento que você tem quando está horas sem comer.

 

Agora, se a sensação é de estomago cheio, mas você sente um anseio, um impulso na boca ou no corpo, saiba que não é fome. Este desejo incontrolável é um impulso fisiológico e emocionalmente intenso de comer, quando você não está especialmente faminto, mas sente vontade de comer. Se não resistir, sentirá fraco, culpado e fora de controle, além de engordar.

Saiba que a fome não é uma emergência, ela não é nada de mais e só parece um problema quando sentimos medo dela. Lembre-se que sentir fome é normal e você só deve comer somente quando for a hora de comer, e não quando sentir fome.

Já a saciedade pode levar cerca de 20 minutos para chegar, mas ela vem, e você é capaz de parar de comer sim. Você é do tipo de pessoa que gosta de continuar comendo mesmo que não esteja com fome?

 

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

O que acontece é que quando você está perturbado, estressado ou aborrecido, você pode confundir a fome com a vontade de comer. É importante aprendermos a superar esses desejos para o controle da nossa alimentação e poder ficar longe do excesso de peso para o resto da vida. Se você for capaz de entender quais são os seus gatilhos, estará mais preparado para ficar firme e seguir seu planejamento predeterminado.

Não conte com a comida para se consolar. Comer nunca irá resolver o problema que está te incomodando. Procure resolver os problemas de outra maneira que não envolva a comida, distraia-se com outra atividade, e prove que você é capaz de resistir!

Bom final de semana!

Fonte: Livro Pense Magro – Judith S. Beck

Você presta atenção aos sinais do seu corpo?

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

Muitas vezes, não nos damos conta dos avisos que o nosso corpo emite. Ele está sempre a nos dizer coisas, mas em uma língua que não compreendemos muito bem. Precisamos nos conhecer melhor para entendê-lo.

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Você já se perguntou o que é saúde? Temos a ilusão de que se a pessoa não está doente, ela está bem de saúde. Mas não é bem assim que funciona:

“Saúde é alegria de viver. É estar encantado com a vida. É ter entusiasmo, energia, vitalidade, disposição. Saúde é um processo de equilíbrio do organismo. São milhões de mecanismos interagindo e movimentando o interior do seu corpo para que tudo funcione adequadamente. A pessoa encantada com a vida tem o cérebro trabalhando na formação de hormônios de altíssima qualidade que vão nutrir a perfeita elaboração da química interna nos bilhões de reações que ocorrem no organismo todo o tempo.”

Esta definição de saúde dada por Nuno Cobra, só confirma que as pessoas têm uma grande dificuldade de perceber a diferença entre saúde e doença, isto porque nossa cultura usa inadequadamente o termo saúde, na busca de cuidar de quem já está doente, e não cuidar da verdadeira saúde.

Precisamos ficar atentos às reações do nosso corpo. Ele fala! E se você atinge apenas os efeitos imediatos, querendo resolver a coisa rapidamente, saiba que ele – seu corpo – continuará sofrendo, até um dia não aguentar mais e você perder de vez o equilíbrio da vida.

 

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Olhando por este prisma, como está a sua saúde? Não seria muito melhor se a nossa mentalidade mudasse, e passássemos a nos preocupar em nos mantermos saudáveis, felizes, encantados, equilibrados na vida? O organismo pede tão pouco! Porque não se cuidar? O que te impede hoje de fazer escolhas que te proporcione uma saúde melhor?  Faça a sua escolha, escolha um trabalho de saúde cinco estrelas e busque o equilíbrio pra sua vida.

Precisando de ajuda na busca desse equilíbrio? Entre em contato

Um bjo e até semana que vem!

Fonte: Nuno Cobra

Um elogio não faz mal a ninguém…

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments
Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Você é do tipo de pessoa que se concentra no que faz certo ou no que faz errado? Tem costume de olhar apenas para os deslizes e erros que cometeu e assim acaba se sentindo um “lixo”?

Saiba que as pessoas que tem sucesso no Emagrecimento concentram-se exatamente naquilo que elas estão fazendo corretamente. Agir dessa forma aumenta a autoconfiança e mostra que você é capaz de assumir o controle e exercer a disciplina. Já do contrário, aquelas que se concentram nos seus erros, acabam se vendo como fracas e inferiores.

Perceba se você tem ignorado seus pequenos sucessos do dia a dia. Se sua resposta for sim, isto pode te impedir de desenvolver o senso de autoeficácia (crença de que você é capaz através do seu próprio esforço, de atingir suas metas), desanimando facilmente e muito provável, desistindo do seu objetivo.

Outra dica é tomar cuidado com a palavrinha: “mas”. Muitas vezes você pode até elogiar-se: Eu mereço os parabéns, pois me exercitei todos os dias nessa semana conforme planejei, mas (…). Quando você coloca o “mas” está diminuindo e enfraquecendo todas as vitórias que acabou de falar e fazer.  Você pode até ter a expectativa de querer fazer tudo corretamente conforme planejou, porém a perfeição não existe e para chegar bem perto dela leva-se um tempo de adaptação e aprendizado. É um processo, então faça a sua parte bem feita, e comece a dar valor às pequenas conquistas diárias. Dia após dia elas irão se somando e seus resultados serão sempre crescentes.

Observe suas pequenas ações de sucesso, aquelas que te aproximam do seu objetivo e elogie-se. Talvez no início você ache estranho, mas com o tempo você vai achar super natural e vai se sentir muito bem.

 

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Elogie-se agora! Por quê? Porque você está lendo esse post e agora você sabe que é capaz de chegar aonde você quer, com seu próprio esforço.

Bom final de semana e até o próximo!

Fonte: Livro Pense Magro – Judith S. Beck

Motive-se diariamente

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

Estamos em uma época do ano que as temperaturas estão mais baixas, com isso bate aquela preguiça de sair de casa, dá vontade de comer coisas quentes e gostosas, que não vou nem citar aqui porque, na maioria das vezes, essas comidas não são tão saudáveis assim… 😛

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Para ter sucesso no emagrecimento, você precisa se motivar continuamente. Se você está com dificuldade, deve estar se perguntando: Mas como que eu faço isso? Uma das técnicas é lembrar, regularmente, das razões pelas quais emagrecer é tão importante para você. Ok, você já pensou sobre esses motivos inúmeras vezes, porém você acaba não se concentrando nessas razões às 4 da tarde quando está na sua frente um bolo maravilhoso de chocolate, ou então às 8 da noite quando chega em casa com aquela fome, senta na frente da TV e se descontrola completamente. Sabe por que este descontrole? Por causa dos seus pensamentos que te impendem de chegar ao seu objetivo. Algum desses pensamentos, diante da comida, é familiar para você?

  •  Não tem problema eu comer isso; Não tem tanta importância; Eu compensarei mais tarde; Eu me comportei tão bem o dia todo; Todo mundo está comendo; Eu não consigo resistir; Eu vou comer só um pouquinho…

Quantas vezes isso já aconteceu isso com você? Comer exageradamente ou sair do seu planejamento por causa dos benditos pensamentos sabotadores? É justamente por este motivo que você precisa de uma lista escrita cheia de motivos para emagrecer, e é por isso que precisa repetir continuamente essas razões. Assim estará sempre claro na sua mente por que vale a pena não comer o bolo de chocolate ou se descontrolar na sua alimentação.

 

Então, pronto para começar a sua?

Pegue agora um papel e uma caneta e comece a listar as suas vantagens de emagrecer e ficar mais saudável. Lembre-se de não deixar essa lista esquecida, acrescente semanalmente ou sempre que lembrar mais um motivo de ficar bem consigo mesma.

Até semana que vem! 😉

 

Fonte: Livro Pense Magro – Judith S. Beck

O poder de escolher

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

O que você acredita que acontece se oferecermos para uma criança a possibilidade de ganhar um segundo marshmallow com a condição de esperar 15 minutos antes de comer o primeiro?

Na década de 1970, foi realizado um estudo na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, pelo psicólogo Walter Mischel.

Participaram do estudo crianças com 4 anos de idade. Elas entravam uma a uma em uma “sala de jogos” onde era entregue uma bandeja com marshmallows ou outras guloseimas que elas escolhiam a que mais desejasse.

Então vinha a parte difícil. O pesquisador dizia à criança: “Você pode comer o seu doce agora, se quiser. Mas se não comer até eu voltar, você poderá escolher dois doces.

Havia sido eliminado da sala todas as distrações: nada de brinquedos, livros ou mesmo quadros nas paredes. Resultado foi que cerca de um terço das crianças pegava o marshmallow imediatamente, enquanto o outro terço ou mais esperava por intermináveis 15 minutos até ser recompensado. O outro terço ficou entre um grupo e o outro. Conclusão: aquelas crianças que conseguiram controlar o impulso da sua satisfação imediata, eram, na média, pessoas adultas com mais sucesso tanto profissional quanto pessoal.

A forma como nos focamos é a chave da força de vontade. As crianças que conseguiram esperar os 15 minutos o fizeram se distraindo com artimanhas como jogos de faz de conta, cantando ou cobrindo os olhos. Se uma criança ficasse olhando para o doce, ela e o marshmallow dançavam.

Imagem: divulgação

Imagem: divulgação

Podemos voluntariamente desligar nosso próprio foco de um objeto de desejo que prende poderosamente nossa atenção; resistir a distração – manter nosso foco em outro lugar e/ou manter nossa meta no futuro resultando em força de vontade. A força de vontade nos mantém focados em nossos objetivos apesar da provocação dos nossos impulsos, paixões, hábitos e desejos.

O truque mental de Mischel: imaginar que o doce era apenas uma foto com uma moldura ao redor e de repente aquela porção irresistível de açúcar que se agigantava em suas mentes se tornava algo que eles podiam fingir que não era real, algo que eles podiam ou não se focar.

Esse controle cognitivo do impulso ajuda na vida. E você: quanto tempo você resistiria ao doce? Espero que este post tenha colaborado a ficar firme pelos próximos “15 minutos”.

Um beijo e até a próxima. 😉

 

Fonte: Livro FOCO – Daniel Goleman,2014.

O papel dos pensamentos rumo ao Emagrecimento.

Posted by | Artigos, Coaching de Emagrecimento | No Comments

Você acredita que se alimentar é um hábito automático? Não sabe como que consegue acabar com um pacote de bolachas, uma barra de chocolate ou um saco inteiro de balas? Então você está completamente enganado, pois comer nunca é automático. A digestão é automática, o batimento do coração é automático, mas comer não é.

Por mais que você não preste atenção e nem dê bola aos pensamentos que você tem antes de comer, o fato é que sempre temos algum ou vários deles passeando pela nossa cabeça. Pode ser apenas uma afirmação como: eu quero e vou comer isto. Mas na pior das hipóteses, pode ser um pensamento sabotador, como diz Judith Beck, que são aqueles que te incentivam a comer o que não havia planejado como: Ah, tudo bem se eu comer (a comida que está fora dos planos) ou não tem importância eu comer (a danada da comida indesejada)…

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Esses pensamentos te desviam da dieta podendo até acabar de vez com ela. A técnica é dar atenção a eles, porém respondendo de forma adequada, a fim de desviá-los e continuar firme na sua alimentação, assim exercitando o músculo da resistência.

Com o tempo você vai criando novos caminhos mentais, respondendo a esses pensamentos automaticamente e assim, se sentindo aliviado, vai perceber que fazer a dieta vai ficar muito mais fácil e vale a pena!

Pare, pense e responda de forma correta aos pensamentos que te desviam do seu foco. E,  nesse momento, você começa a resgatar a sua vida.

Até semana que vem!   😉